Busca
Classificação de assuntos:

Pesquisa por palavra-chave:


Últimas Notícias
  • 03-06-2020
    Conquista jurídica
    Cremesp tem posicionamento endossado pela Justiça e nega registro profissional a graduada no exterior por inconsistências no Revalida
  • 01-06-2020
    Novo PL nº 1.826-A
    Com alterações, Projeto de Lei idealizado pelo Cremesp tramita para o Senado Federal
  • 27-05-2020
    Visita
    Cremesp recebe grupo de parlamentares interessados na fiscalização do orçamento voltado ao atendimento por covid
  • 27-05-2020
    Nota de esclarecimento
    Cremesp está em fase de conclusão dos resultado das fiscalizações em unidades de saúde que atuam no combate a covid
  • Notícias


    25-10-2019

    Evento

    Cremesp participa de ciclo de diálogos sobre dilemas éticos no A.C. Camargo Cancer Center

    Disclosure – a comunicação de erros e eventos adversos para pacientes e seus familiares” foi o tema do ciclo de diálogos com médicos e demais profissionais realizado pelo hospital A.C.Camargo Cancer Center para discutir questões ligadas a dilemas éticos, no dia 24 de outubro, com a participação do Cremesp.

    “Esse evento vem ao encontro dos objetivos da nova gestão do Conselho, de se aproximar dos médicos, instituições e população, atuando de forma pedagógica e buscando um enfoque mais bioético sobre os eventos adversos do que propriamente restrito à ética medica”, afirmou o presidente do Cremesp, Mario Jorge Tsuchiya, convidado a trazer à discussão a visão legal e regulatória sobre o tema. “Saúde não depende só de especialistas e exames complementares. Ela faz parte do contexto social e necessita da participação de todos os envolvidos no atendimento e dos familiares”, observou.

    Outro convidado, Renato Vieira, diretor médico do Hospital Infantil Sabará, considera que a falha de julgamento pode acontecer com qualquer pessoa, mas a fragilidade cognitiva é cega aos nossos próprios olhos. “Como profissional, temos de debater a questão do erro, que não necessariamente tem a ver com falha ou negligência”, afirmou. Para ele, a discussão sobre disclosure não é nova e traz o receio dos médicos de se envolver em processo e a instituição não os apoiar.

    Empatia
    Segundo Tsuchiya, para que isso não ocorra, é necessária uma comunicação interpessoal que cultive a empatia para se compreender a demanda do outro. “As equipes hospitalares precisam aprender a praticar a comunicação empática entre si e com pacientes e familiares, e esse processo começa logo no primeiro contato, não apenas se houver ocorrência”, orienta. Para ele, no processo de comunicação de eventos adversos, a transparência é relevante, mas é necessário acolher e dar seguimento a ele, para que os fatos sejam adequadamente apurados e informados, interna e externamente. “O importante é o continuum. É isso que dá a sensação de acolhimento. Se houver empatia, a comunicação não é um problema, mas solução”, comentou.


    Vieira, Tsuchiya e Piana debatem dilemas éticos com a equipe do hospital

    Também é preciso observar que a Medicina não é ciência exata e sua metodologia científica admite uma margem de erro, com uma lógica matemática. Por isso, antes de apontar culpados, cada ocorrência tem de ser analisada de acordo com sua especificidade. “Se existe previsibilidade de eventos adversos em um universo corporativo, temos de nos preparar para isso, ouvir todos os envolvidos e esclarecer as circunstâncias em que ocorreram. O juízo de valor deve vir depois da investigação, não no princípio”, reforça Tsuchiya.

    Para Victor Piana, diretor médico do AC Camargo, os atendimentos envolvem situações complexas e é possível ter várias perspectivas de um mesmo evento. “É importante que a mesma informação seja reforçada e se escolha o profissional adequado para comunicar os fatos aos pacientes e familiares, somente assim a comunicação será efetiva”, orienta.
     


    Este conteúdo teve 256 acessos.


    CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
    CNPJ: 63.106.843/0001-97

    Sede: Rua Frei Caneca, 1282
    Consolação - São Paulo/SP - CEP 01307-002

    CENTRAL DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO
    (11) 4349-9900 (de segunda a sexta feira, das 9h às 20h)

    HORÁRIO DE EXPEDIENTE PARA PROTOCOLOS
    De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h


    ESTACIONAMENTOS : NOVOS CONVÊNIOS


    CONTATOS

    Regionais do Cremesp:

    Conselhos de Medicina:


    © 2001-2020 cremesp.org.br Todos os direitos reservados. Código de conduta online. 231 usuários on-line - 256
    Este site é melhor visualizado em Internet Explorer 8 ou superior, Firefox 40 ou superior e Chrome 46 ou superior